confira os mais comuns segundo a Febraban


De acordo com uma nova pesquisa da Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, o golpe financeiro mais comum atualmente é a “clonagem de cartão de crédito”, que foi mencionado por 48% dos brasileiros na entrevista. A fraude do cartão consiste na cópia dos seus dados financeiros por criminosos para realizar compras online em nome da vítima ou realizar troca de cartões. 

É provável que você também goste:

Pix: o que fazer após cair em golpes envolvendo a transação

Golpe do Consignado: C6 Bank recomenda cuidados para te proteger

Novo seguro para Pix faz reembolso em caso de golpes; veja como funciona

O estudo também apontou que mais de 22% dos brasileiros já foram vítimas de golpes financeiros. Grande parte desse grupo são pessoas acima dos 60 anos de idade, correspondendo a 30%

Uma pesquisa da Visa em 2020 também alertou que o Brasil é o 2° país da América Latina com mais golpes no comércio digital, ficando atrás somente do México. 

Fraudes financeiras 

A pesquisa da Febraban também alerta sobre o crescimento da fraude de “falsa central de atendimento”, em que golpistas solicitam informações pessoais da vítima por ligação para usar os seus dados de forma criminosa em transações ou pagamentos financeiros.

O levantamento apontou que, em setembro, 18% dos brasileiros passaram por esse golpe. Agora, esse número aumentou para 28% no mês de dezembro. Boa parte dos entrevistados têm idade entre 45 a 59 anos, o que corresponde a 39% deste grupo. 

Outra fraude que tem aumentado expressivamente é o “golpe do WhatsApp”, em que o golpista finge ser uma pessoa conhecida que está precisando de ajuda financeira. Esse crime foi apontado por 24% dos brasileiros, aumentando em torno de 3% de setembro para dezembro. 

Mas vale alertar que, ultimamente, criminosos também têm utilizado a rede social Instagram para fazer novas vítimas. 

Um grupo de 5% das pessoas que participaram da pesquisa também mencionaram o golpe do leilão de falsas lojas digitais

Apesar do aumento desses golpes, a Febraban também mostrou que os órgãos financeiros têm se empenhado em conscientizar seus clientes sobre as fraudes financeiras. 

O levantamento apontou que 56% dos brasileiros do estudo foram informados por seus bancos sobre esses golpes recorrentes e as medidas que devem ser tomadas caso o cliente passe por isso, além dos cuidados para proteger seus dados pessoais. 

Lembre-se: não passe seus dados financeiros por ligação nem por mensagens por redes sociais, pois as instituições financeiras não solicitam a sua senha nem o código de segurança do seu cartão por telefone, e-mail ou SMS.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: fizkes / shutterstock.com





Link da fonte

Deixe uma resposta