é possível não receber ligações oferecendo consignado?


Recentemente, alguns clientes do C6 Bank reclamaram da ocorrência de empréstimos consignados contratados sem autorização. O serviço em questão é o do C6 Consignado, controlado pelo C6 Bank.

De acordo com os relatos, os aposentados estariam recebendo ligações oferecendo o serviço, mas teriam negado. No entanto, o valor acaba sendo creditado na conta, mesmo sem contrato ou autorização. Mas o que muita gente não sabe é que existe uma maneira de não receber esse tipo de ligação. Então, para saber mais, confira a seguir.

É provável que você também goste:

C6 Bank: clientes reclamam de consignado contratado sem autorização

O que muda se o INSS fixar teto de juros do consignado?

Estado aumenta margem do consignado dos servidores para 40%

C6 Bank: saiba como é possível não receber ligações oferecendo consignado

Primeiramente, vale dizer que o C6 Bank afirmou, em nota, que fechou 100 mil contratos em setembro e que um “porcentual muito pequeno desse total” registrou reclamações. O banco também disse que não faz “venda direta de consignado” e descarta o correspondente bancário, parceiro na oferta, em qualquer situação de não conformidade.

Contudo, as reclamações do C6 Bank seguem ocorrendo. Para resolver o problema, criou-se a plataforma Não Me Perturbe, ainda no ano de 2019. Com ela, é possível bloquear ligações de telemarketing e também de algumas instituições financeiras, incluindo o C6 Consignado. Assim, você pode solicitar o bloqueio do recebimento de ligações relacionadas a esses serviços.

Por fim, você deve realizar o cadastro pelo site e informar o número de telefone para o qual deseja realizar o bloqueio. Importante destacar que o bloqueio do C6 Bank não se aplica a ligações que forem realizadas ao consumidor para confirmação de dados, prevenção a fraudes, realização de cobranças, entre outros serviços. Para saber mais e solicitar o bloqueio, acesse a página!

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: fizkes / Shutterstock.com





Link da fonte

Deixe uma resposta