Prazo para cadastro da Bolsa do Povo termina em breve


As inscrições no programa Bolsa do Povo Empreendedor se encerram na próxima segunda-feira (3). Sendo assim, os interessados em receber a quantia de R$ 1 mil precisam fazer seu cadastro em menos de uma semana.

Todavia, o benefício foi criado pelo Governo de São Paulo e é destinado a quem está desempregado, é trabalhador informal ou MEI (Microempreendedor Individual). O governo estadual anunciou que serão oferecidas 100 mil bolsas, com duas parcelas de R$ 500. 

É provável que você também goste:

Auxílio permanente de R$ 1200 confirmado?

Afinal, a 8ª parcela do Auxílio Emergencial de até R$ 375 vai ser paga?

Aprovado auxílio de R$ 568 para estudantes; veja quem poderá receber

Para serem beneficiados pelo programa, os autônomos devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do programa Empreenda Rápido, com frequência mínima de 80%. Além disso, todos os participantes devem obter formalização como MEI ou outra natureza jurídica.

Durante o lançamento do programa, o então governador, João Dória, explicou:

“O Bolsa Empreendedor é uma ação ancorada em três pilares. Primeiro, o auxílio financeiro que é fundamental. É preciso, é o recurso que faz a diferença para o empreendedor se sentir amparado e avançar em sua iniciativa. Depois, a qualificação, e aí tem o papel importante do Sebrae para orientar e evitar que a pessoa cometa erros. E a orientação para a formalização, que também é um trabalho conjunto do Sebrae, Governo do Estado e Prefeituras.”

Bolsa do Povo Empreendedor

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo deu início ao programa chamado Bolsa Empreendedor. A ação é inédita e foi criada para apoiar cidadãos desempregados e empreendedores informais em situação de vulnerabilidade social. 

O Bolsa Empreendedor do Governo de São Paulo é voltado para quem deseja abrir um pequeno negócio ou formalizar alguma atividade e expandir no mercado.

Foram estabelecidas três modalidades do programa, são elas:

  • Oferta de curso de qualificação empreendedora;
  • Formalização como microempreendedor individual (MEI);
  • Pagamento de bolsa-auxílio no valor de R$ 1 mil, repassada em duas parcelas de R$ 500.

Curso de empreendedorismo

Confira a seguir como funcionarão os cursos oferecidos pelo programa:

  • Para os candidatos selecionados no Bolsa Empreendedor, serão disponibilizados cursos do programa Empreenda Rápido em parceria com o Sebrae;
  • Os cursos serão ministrados nos formatos online e presencial, com duração de uma semana e carga horária média de 20h.
  • Todas as instruções para acesso ao curso, como data, sala virtual ou local físico em seu município e horário, serão encaminhadas pelo Sebrae via SMS ou e-mail do participante.

Por fim, você pode se inscrever para o Bolsa Empreendedor neste link.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Odua Images / Shutterstock.com





Link da fonte

Deixe uma resposta