Receita dobra limite de isenção para compras no exterior


A Receita Federal acaba de ampliar de US$ 500 para US$ 1.000 o limite de valor para que mercadorias trazidas do exterior por via aérea ou marítima tenham isenção de impostos. Além disso, a medida, também eleva cotas de outras modalidades de compras feitas fora do país. A decisões já estão valendo desde o dia 1º de janeiro de 2022. Então, para saber mais sobre o tema, confira a seguir!

É provável que você também goste:

Como funciona o cancelamento em compras com cartão de crédito?

Cartões Visa Platinum dão descontos em compras, serviços e cursos online

Em quais situações posso pedir estorno de uma compra?

Receita dobra limite de isenção para compras no exterior

De acordo com a Receita Federal, a cota de isenção de bagagens para viajantes que chegam ao Brasil por via aérea ou marítima não sofria modificação havia mais de 26 anos. Vale ressaltar que a portaria também aumentou os limites de valor para mercadorias compradas em lojas “duty free” feitas tanto por passageiros que entram no país por via terrestre, fluvial ou lacustre. Nesse caso, a cota de isenção passou de US$ 300 para US$ 500 .

Já de acordo com o Ministério da Economia, a mudança foi feita para readequar valores de isenção nas fronteiras terrestres após alteração, feita em 2020, que ampliou o limite em “duty free” para passageiros de avião de US$ 500 para US$ 1.000.

“As alterações efetuadas buscam readequar os valores até então vigentes minimizando o efeito inflacionário ocorrido em todo o mundo nas últimas décadas e gerando benefícios diretos e imediatos para os viajantes”, disse a pasta.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: VGstockstudio / Shutterstock.com





Link da fonte

Deixe uma resposta